Ondas de confusão, rios de solidão.

by - julho 17, 2009


Mais uma vez, sozinha. Você pode estar entre mil pessoas, mesmo assim, essa sensação continua. É como se por alguns instantes você se desligasse daquilo que você é, de todo o seu mundo e partisse pra um universo paralelo, assim como esse que eu criei pra mim. Chamo isso de fuga; pode parecer um ato de covardia pra alguns, mas às vezes, é necessário (pelo menos pra mim). As coisas são vistas e entendidas melhor quando estamos do lado de fora e podemos perceber cada detalhe que antes, era imperceptível. Externamente tudo se torna claro, límpido.. por isso é muito fácil percebermos os erros que cometemos quando estávamos apaixonados, por exemplo. Ter um mundo só seu é muito bom, às vezes. Mas volta e meia você cansa. É deprimente chegar em casa e não ter a quem dizer como foi o seu dia, ou ligar pra uma pessoa especial esperando ouvir coisas legais tipo 'eu amo você, e contigo pra tudo', no entanto, o máximo que você ouve é ' hoje eu não pra papo', pior é não se sentir em casa dentro do seu próprio corpo, ou não ter um aconchego, um dengo, um carinho, uma voz meiga te dizendo 'boa noite' antes de dormir. Pior é ter tudo isso misturado à dúvidas, à rotina e à um desequilíbrio emocional, à pensamentos e sentimentos distorcidos. Pior é estar escrevendo um texto e, de repente desviar o olhar para o relógio, ver que já são 23:23, lembrar você continua sozinha, mas que tem alguém pensando em você, e ao mesmo tempo despertar para o fato de que possivelmente esse alguém é você mesmo. Enfim, cada um carrega no peito dores, amores, sorrisos e lágrimas que muita gente não pode sequer imaginar. Mesmo assim, não se deve deixar que isso seja motivo pra não ser feliz, pelo contrário, quem nasce nasce pra ser feliz não fica parado vendo a vida passar. No meu caso, isso é uma questão de 'fazer valer a pena' quero ser muito mais do que uma memória insignificante quando eu morrer, quero ser lembrada no coração de alguém, e queimar como uma fogueira que permanece acesa, saber que aqui pensam em mim como alguém que trouxe significado à vida de outra pessoa, por mais confuso que possa parecer, faz muito sentido pra mim.

Boa noite.

You May Also Like

1 comentários

  1. Me identifico com o que escreve, e é tudo lindo demais. A mim também se faz necessária essa fuga e esse mundo paralelo, compartilho contigo esse pesar. Mas um dia, há de fazer sentido, sim? É para isso que estamos aqui, que estou aqui. Pra fazer algum sentido, ou sentido nenhum, e ser compreendida mesmo assim...

    Um beijo grande ;*

    ResponderExcluir

Obrigada por chegar até aqui. Não vá embora sem dividir algo comigo.