Incertezas.

by - agosto 06, 2009

As coisas parecem completamente fora do lugar, sem nenhum motivo, sem saber porque, tudo se desordenou dentro de mim, como um mar em fúria num dia de sol. Complicado de entender, eu sei. O próximo instante parece longe demais da minha realidade, e as pessoas parecem distantes demais para serem alcançadas. Há tempos percebi que o encanto de cada dia está ausente, o brilho de cada olhar se perdeu em algum lugar no caminho, e só agora eu percebi o quanto ele era um elemento importante na minha caminhada. Vejo ferrugem nos sorrisos, correntes nos corações, vejo paredes separando as pessoas e medo cercando as fortalezas que pareciam tão seguras, tão firmes. Eu quero acreditar em alguma coisa que me diz que vai ficar tudo bem, mesmo não perecendo que isso vai acontecer. Eu vejo uma janela se abrir, mas não vejo a luz entrar. Sei somente que navegar é preciso, e viver é um tanto impreciso. Tenho medo de tudo que não conheço e tenho medo disso. Mas apesar de toda a confusão, eu acredito que a neblina vai se dissipar e as nuvens de dúvida vão nublar em outros horizontes.

"Se a tua dor é pura, se acalenta tua ventura
Faz dela então tua fantasia, pra que um dia ela seja tua alegria."

Boa noite.

You May Also Like

0 comentários

Não vá embora ainda. Divida algo comigo. E obrigada por chegar até aqui! :)