Subitamente

by - setembro 22, 2009


Subitamente, o destino trás à tona marcas que o tempo vem tentando apagar. Sutilmente, vai recussitando a saudade, o medo e a angústia das curvas tortuosas. Irracional essa minha mania de sempre querer remoer as coisas, não sei porque ainda guardo pedaços do tempo debaixo do travesseiro ou no baú de recordações. Recordar pra que? pra sofrer? não dá, não faz sentido.
A desilusão é a visita da verdade, e há muito tempo ela veio ao meu encontro, só queria saber porque escolheu meu coração como morada e não quer mais ir embora. Sei lá, a vida tá uma confusão, em algum lugar dessas esquinas imundas eu perdi minha identidade, e agora, ando por aí em busca de um mero vestígio do que fui e do que sou. Eu também sou vítima de sonhos adiados, de esperanças dilaceradas, mas, apesar disso, eu sigo em frente, porque a gente não pode desistir da vida.



"E nesse desespero em que me vejo já cheguei a tal ponto de me trocar diversas vezes por você, so pra ver se me encontro..."


You May Also Like

8 comentários

  1. Por isso que a gente tem que saber o que guardar das pessoas... As nossas memórias apesar de inevitáveis, são seletivas, sim! Quando o seu baú tiver se remexendo, lembra do quanto você já cresceu com os tombos que a vida te deu...
    Eu me delicio com seus textos, você sabe disso! Um dia me ensina a ser assim? **

    ResponderExcluir
  2. e é assim mesmo, somos jogados pra lá e pra cá, rsrsrs, o segredo é ser persistente e não desistir, rs, ou até desistir, quando for o caso, mas iniciando outra luta na mesma hora, rs
    bjs e bons dias

    ResponderExcluir
  3. "E nesse desespero em que me vejo já cheguei a tal ponto de me trocar diversas vezes por você, so pra ver se me encontro..."

    Estou num dilema, conheço isso, de quem é?
    rsrs

    Não consigo lembrar.. hehehe

    As vezes é complicado seguir em frente, olho demais pro passado as vezes, mas, sigo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Recodar é viver! E as histórias que fazem parte da nossa vida, ficam no baú das nossas recordações...

    ResponderExcluir
  5. Eu fico tão admirado com pessoas modestas...

    Pessoas que aparecem em meu blog, dizem que escrevo muito e ainda escreverão como eu, sendo que já escrevem... '^^

    Reconheces?

    Ah, minha querida, como assim?
    Você escreve maravilhosamente!

    "Eu também sou vítima de sonhos adiados, de esperanças dilaceradas, mas, apesar disso, eu sigo em frente, porque a gente não pode desistir da vida."

    Não, não podemos. '^^

    PS.: Você não encontrou meus seguidores porque o blogger tava com probleminha, então eles não apareciam nos sites, mas já consertaram. '^^

    PPS.: Que lindo! Muito, muito obrigado pelo selo! Na minha próxima postagem irei publicá-lo! Obrigado mesmo! *-*'

    ResponderExcluir
  6. " o tempo não cura nada. só desloca o inuncurável do centro das atenções. "

    também tenho mania de remoer as coisas. sei o quanto é ruim, rs.

    mas não deixa o passado assustar não. ele é lição pra refletir, não repetir. os erros são necessários pra gente aprender (:

    seu blog é lindo (:
    um beijo ;*

    ResponderExcluir
  7. "A desilusão é a visita da verdade"
    verdade que ás vezes machuca, mas que também ensina o caminho certo...

    bjos

    ResponderExcluir
  8. bonito post, lindo blog.
    Gostei daqui.
    Muito bom.
    Maurizio

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.