Deus.

by - dezembro 11, 2009

[...] Eu lhe dou uma moeda se você conseguir me dizer onde Deus mora. E a senhora lhe respondeu: Eu lhe darei duas moedas se você me disser onde Deus não mora ” [...]

Deus. Não consigo ser clara quando se trata dele, talvez pelo fato de inferir uma prolixidade fora do comum à quem tenta se dirigir à ele, talvez por ser autodidata, não é necessário que se diga nada, ele fala por si só. Quando se trata disso, é difícil até mesmo começar um mero texto de blog como esse, sua imponência e ao mesmo tempo sua simplicidade o tornam complexo demais para ser descrito miseramente, mas vou tentar... Cada um possui suas crenças interiores, sua espiritualidade e suas opiniões à respeito dele, isso é fato.
Em geral, as pessoas veem Deus como um velhinho barbudo que anda por aí testando à solidariedade de seus filhos, um senhor de idade que construiu o mundo em 7 dias e depois descansou ou até mesmo alguém que vive no céu e age por providência.
É, quando se trata dele, todas as concepções são válidas, mas deixe-me dizer a minha. Trata-se de algo grandioso, algo que se aproxima do inexprimível, Deus. Um homem e uma mulher, rosa e azul, terra e fogo, ele é tudo. Deus não é uma pessoa sentada numa cadeira dando ordens aos humanos, pelo contrário, ele nos concedeu a dádiva do livre arbítrio e está presente em tudo. Fica triste com nossas derrotas, comemora nossas vitórias, sabe a hora certa, a pessoa certa, o lugar certo, foi o único capaz de dar à vida por uma humanidade que hoje, o banaliza demasiadamente. Quando se trata de amor, diria eu, ele é muito mais do que um exemplo.
Em sua infinita bondade e sabedoria, ensinou em 10 mandamentos (aos que acreditam nessa teoria) que deveriam ser seguidos pelos seus filhos à fim de que a harmonia e o amor estivessem sempre presentes em seus corações... E como retribuímos? Fazemos guerras, somos corruptos, matamos, roubamos e, como diria Gabriel, o pensador: "Aprendemos a dar importância às diferenças mas não percebemos nossas semelhanças, vivemos no mesmo planeta e ainda somos estranhos no mesmo ninho, procuramos etês e cometas, mas não conhecemos os nossos vizinhos." Tenho certeza que os filhos da revolução são muito mais do que paredes dividindo seus corações e hipocrisia transbordando sobre suas palavras.

Pensem nisso.

You May Also Like

6 comentários

  1. Que post lindo! Parabéns.... Gostei da frase inicial. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. "Como diria Gabriel, o pensador: 'Aprendemos a dar importância às diferenças mas não percebemos nossas semelhanças, vivemos no mesmo planeta e ainda somos estranhos no mesmo ninho, procuramos etês e cometas, mas não conhecemos os nossos vizinhos'."

    Muito interessante esse texto.
    Mais interessante ainda o fato de o tema ser Deus.
    :)

    ResponderExcluir
  3. minha concepção de Deus é um pouco diferente da sua, mas que bom que você também o sente...isso é o que importa.

    bjos

    ResponderExcluir
  4. DEUS sabe difícil não é encontrar deus mas compreender porque os místicos e os ateus discutem tanto a relação deus humanidade, para meu ser deus sempre foi deus. não tenho a verdade por isto não posso definir aquilo que não compreendo e o que eu não vivo.

    ResponderExcluir
  5. adorei o post :D

    jah to te seguindo ;D

    ResponderExcluir
  6. Assunto tão complexo e simples... Poucos conseguem falar de Deus, ou à Deus pondo agradecimentos e perdões apenas com os fatos. Muito lindo Lari, parabéns!

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.