Tudo (de) novo.

by - dezembro 04, 2009


"Contarás nos dedos os dias que faltam para que termine o ano, não são muitos, pensarás com alívio. E morbidamente talvez enumeres todas as vezes que a loucura, a morte, a fome, a doença, a violência e o desespero roçaram teus ombros e os de teus amigos. Serão tantas que desistirás de contar. Então fingirás - aplicadamente, fingirás acreditar que no próximo ano tudo será diferente, que as coisas sempre se renovam." (Caio Fernando Abreu)
Assim como a fé e a esperança foram depositadas em 2009, espero que sejam renovadas em 2010. Espero que alguma força sobrenatural nos faça acreditar em tudo outra vez.

You May Also Like

2 comentários

  1. Tenha sempre esperança! Ela não morre, nós que morremos pra ela!

    ResponderExcluir
  2. e que a todo novo ano nos renovemos sim, que tenhamos esperança para realizarmos aquilo que qeuremos...
    adorei.
    =*

    ResponderExcluir

Obrigada por chegar até aqui. Não vá embora sem dividir algo comigo.