by - julho 17, 2010

Prometi baixinho para mim mesma não pensar demais naquilo, mas como diria João Grilo "Que promessa descabida!". Era impossível não pensar. De repente, o vento soprou na janela e foi como se eu tivesse ouvido você dizer: "Estamos apenas começando..."

Depois daí, nem precisava me desejar bons sonhos.

You May Also Like

0 comentários

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.