Barateando

by - agosto 04, 2010

Mas quando se trata de palavras, não brinque comigo. Eu levo mais à sério do que você imagina, e eu acredito do fundo do coração, que se algo é dito, ele se eterniza. Talvez não para os outros, para mim, sim. Até porque, do contrário, não levaríamos palavras como as de Chaplin e Drummond até hoje. Palavras deixam marcas onde quer que passem, se forem ofensivas, mais ainda. Mas se você quer saber, acho também, que pior do que palavras ofensivas, é a indiferença de quem não fala nada e ainda assim, diz tudo. Não gaste palavras, não barateie o dom de se expressar gramaticalmente, não use-as como fez comigo.

Ele olhou firme para mim e nada disse.
Aquilo me doeu como nunca.

You May Also Like

0 comentários

Obrigada por chegar até aqui. Não vá embora sem dividir algo comigo.