Basta repetir : há de haver!

by - agosto 12, 2010

Abandono todos os meus achismos, escondo as minhas certezas e encubro minhas razões. Camuflo qualquer tentativa de explicação, de diálogo. Sinto-me minúscula diante de tal imensidão, desprezível unidade de massa que só serve para ocupar lugar no espaço. Sim, sou desprezível, substituível, todos somos. No entando, há de haver sempre alguém que compartilhe conosco as nossas certezas, entenda as nossas razões, saiba nos ouvir e até rir das nossas teorias conspiratórias. Repito todos os dias pra mim mesma canalisando muita energia boa: Há de haver.
Há de haver alguém que te torne muito mais imperfeito, e no entanto, você nem ligue pra isso. Há de haver alguém que entenda suas limitações, que saiba ir devagar, te conhecendo e te compreendendo a cada passo. Há de haver alguém que ache maravilhoso tomar danoninho assistindo comédia romântica num sábado à noite. Há de haver alguém que deixe a toalha em cima da cama, que não goste de pentear o cabelo ou que viva na inércia, mas que esse alguém seja o mesmo que dedica horas do seu dia ao mesmo coração, que seja o mesmo que doa a você todos os pensamentos sob o travesseiro, e que esse também leve à sério uma frase que se consome em cinzas dia-a-dia, que ele saiba dar risada de si mesmo, da vida, de você e, que diga sem medo de errar: "eu te amo".

You May Also Like

0 comentários

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.