Amar se aprende amando

by - setembro 18, 2010


Eu jamais pedi para que você ficasse, acho que seria o mesmo que mendigar sentimento, e eu não conseguiria viver sabendo que você ficou por pena, que trocou seu verdadeiro desejo para me proporcionar um falso amor. Eu também não estaria feliz se fosse assim. Era preciso algo mais.
Durante todo aquele tempo, deixamos muito por ser dito e no momento em que qualquer palavra poderia dar fim à essa história, o silêncio nos bastou. Talvez porque a voz do coração seja assim, silenciosa, ou talvez porque as nossas bocas não se completassem apenas com palavras. Era preciso algo mais.
Entre devaneios e romantismos, percebemos que as dimensões disso tudo já haviam estrapolado os limites do entendimento, nós nos moldávamos nas qualidades e nos equilibravamos nos defeitos. Vivíamos em função de um sentimento construído, regando-o todos os dias para que as flores jamais murchassem, ainda que o sol batesse com irreal intensidade. Mesmo assim, o jardim parecia triste. Era preciso algo mais.
E por mais que nos esforçassemos para que o orgulho e a desconfiança ficassem de lado, sempre era preciso algo mais. Contudo, nossa história vingou. Meio empurrada, nos trancos, como um carro velho, mas foi. Foi não, é. E será, até que juntos descubramos o que é esse algo mais. Por que acredite, ele pode ser qualquer coisa, menos amor. Se eu pudesse arriscar diria que sim, é preciso algo mais, e ele se chama tempo. Porque uma vida inteira ainda seria muito pouco para tanto amor.

You May Also Like

1 comentários

  1. Menina! Minha história de amor é assim, sempre parece que falta algo, e essa sensação acaba fazendo que eu duvide do amor, se ele de fato existe ali, quando na verdade existe sim, e é tão intenso que não cabe em minha compreensão.

    Lindo*

    Um beijo pra ti, querida*

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.