Meu melhor amigo é...

by - setembro 05, 2010


Houve um tempo em que as pessoas não precisavam de motivos para se reunir, em que a simples presença de um amigo era motivo de festa. Sentar na calçada era sinônimo de risadas sinceras num sábado à noite. Naquele tempo o orkut não era responsável pelo mantimento das relações afetivas, a internet era quase restritamente fonte de pesquisa. A televisão não escravisava as pessoas...Hoje, você compartilha sua solidão na frente da tela. Ao invés de dizer: "nos vemos às duas amigão, lá em casa".. você diz: "conversamos no msn, umas 3 e pouca". E aqueles que presam pela convivência corpo-a-corpo sentem falta do abrigo de cada abraço, da verdade que cada olhar carrega.
Hoje, cá estou, num domingo à tarde me rendendo ao moderno conceito de amigo. Compartilhando a solidão num blog e tentando aliviar a tensão que a rotina acumula. Realmente, descobri que é verdade quando dizem que as melhores pessoas moram longe. No meu caso, muito longe, na minha imaginação.
Sinto falta das tardes perdidas jogando conversa fora, comendo brigadeiro e assistindo sessão da tarde. Sinto falta de não fazer nada e ir embora parecendo que fui à melhor festa do planeta. Sinto falta de olhar as ondas quebrarem no fim de tarde sem compromissos ou hora pra voltar. Sinto falta de poder chorar no ombro de um amigo e ouví-lo dizer 'vai ficar tudo bem', mesmo quando ele sabe que não vai... Sinto falta do sentido completo que tinha a palavra amizade.

You May Also Like

2 comentários

  1. Muito legal esse texto.
    Legal e verdadeiro.
    A amizade anda meio desbotada... Precisamos reavivá-la com cores de amor.

    Beijo querida.
    fernanda.

    ResponderExcluir
  2. Ain menina... Também sinto falta daquela amizade de perto, de abraço, de companhia... A internet aproxima as pessoas de longe, mas acaba por afastar as de perto...

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.