A velha história do amor verdadeiro

by - janeiro 02, 2011

Na vida de toda mulher - e de alguns homens - sobrevoa a imensa esperança de encontrar o tal do amor verdadeiro. A gente acredita nisso como acredita nos impostos e nas receitas de bolo, parece que é real e até sagrado. E talvez seja. Eu não encontrei o meu, mas guardo repousando tranquilamente na imaginação a ideia de que ele tá por aí, que uma hora vai me encontrar. Minha família brinca dizendo que pela demora ele tá vindo de jegue ou de ré, mas brincadeiras à parte, sou só eu que penso nessa história?
Desde pequenas, seja nos contos de fadas, nos filmes, nos livros ou nas canções a gente vê e ouve falar de grandes histórias sobre o amor verdadeiro. Amor este que não necessariamente tem um final feliz ou só acaba depois "que a morte os separe". Pode ser verdadeiro e finito, porque não? Eu acredito..
O que eu não gosto e não acredito é quando nos fazem pensar que devemos ficar esperando sentadas a vida inteira por esse príncipe encantado ou pelo sapo que precisamos beijar. Alô, vamos acordar pra realidade né? Beijaremos sim muitos sapos e também muitos príncipes, sabe porque? No fundo, eles são os mesmos. Posso estar sendo radical, mas me arrisco a dizer que todo amor é verdadeiro. Não falo de relações, falo de amor. As pessoas costumam confundir. Relação é estar com alguém e não necessariamente envolver amor, já o contrário, e inevitável. Amar mesmo que com um fim previsto, problemas, brigas e imperfeições também é uma forma verdadeira de se relacionar com o outro. A gente precisa tirar da cabeça essa história de que só é bom se dura pra sempre, só deu certo se ambos foram felizes e só acabou porque não era verdadeiro. Se fosse por isso tantas belas histórias seriam falsas. Não funciona assim. Conheço casais com 20 anos de casamento que vivem juntos por respeito e não por amor, por consideração aos filhos ou à família, por interesses, por estabilidade.


Não quero me aprofundar nesse papo porque espero que vocês reflitam, deixarei uma lacuna em aberto pros pensamentos de vocês fluirem e pra que os comentários me surpreendam como sempre. Só termino dizendo que: seja de jegue, de ré, de cavalo branco, no táxi da angélica, na brasília amarela dos mamonas assassinas ou à pé, sei que existe um amor verdadeiro que virá pra nos mexer nos nossos conceitos (e o que é o amor se não um constante exercício de renovação?), nos nossos pensamentos e principalmente, no nosso coração.

FIM.. (não necessariamente feliz ou eterno!)

You May Also Like

12 comentários

  1. Ficar sentada esperando? Nunca!!
    Lindo post e eu concordo plenamente com vc
    :)
    :)
    Vim lhe desejar boa semana...
    Beijos na alma!

    “O que quer que você possa fazer, ou sonhe que possa, faça-o. Coragem contém genialidade, poder e magia. Comece agora.” (Göethe)

    ResponderExcluir
  2. ' Esse post é perfeito! A velha história do amor verdadeiro! Amei o título!
    Aliás, amei seu blog inteiro! Seguindo já
    Bj

    ResponderExcluir
  3. "O amor não é uma imposição intrusa,externa. É uma condição própria do homem. O amor anima, isto é, dá alma à existência humana. O amor traz o significado à vida. Os gregos falavam dos três tipos de amor: Eros, Filia e Ágape. Eros é o mais aprisionado, brincalhão. filia é amizade. E Ágape é divino. É amor que não exige retribuição. É puro. É livre. (...) O amor dá significado às relações. Tornando-nos mais dóceis, mais inteiros, mais comprometidos com o outro. Enfrentamos a dor com mais grandesa. (...)" Esse trecho foi tirado do Livro escrito pelo Padre Marcelo Rossi 'Ágape'. Achei que esse trecho representa bem o amor, os 3 tipos de amor. Assim como vc tbm espero pelo amor verdadeiro, mas em parte eu já o tenho. O amor verdadeiro que tenho é o amor de pai,mãe e irmão, esse amor é o melhor de todos, claro que vc está falando de amor relacionado a um namorado, a uma relação. Mas vou ti fazer uma pergunta que eu me pergunto sempre: " Será que quando o verdadeiro amor chegar, vc saberá reconhece-lo? Será que ele já não chegou e vc deixou passar?". Bom sinceramente espero que não o tenha deixado escapar e q quando ele chegar vc saiba reconhece-lo, amar é tudo de bom, qm vive sem amor? Ninguém né. E o que vai fazer ser melhor ainda é se ele for verdadeiro. Ah! Amei o post, a maneira como se expressa. Espero que vc tenha entendido o que eu quis dizer nesse comentário rs e que sirva pra alguma coisa.Bjs querida

    ResponderExcluir
  4. O amor!
    Vemos, ouvimos muito sobre ele, eu ainda busco um, mas sei e tenho a certeza de que ele existe, sabe só que ele tem seu momento certo de se aparecer, ele tem seu momento exato, claro que encontraremos muitos sapos pelo caminho, mas acredito que o nosso princepe está guardado e quando nos encontrarmos, quando for a vontade de Deus dara tudo certo, tudo lindo!
    E claro que não vou esperar sentada!
    Deus abençoe querida

    ResponderExcluir
  5. Ah o amor!!! Acho que não precisamos esperar e nem sair por ai desesperada procurando por alguém.

    Cada dia mais acredito que as coisas acontecem em nossas vidas no momento certo!

    ResponderExcluir
  6. o amor é só isso
    amar.
    mais nada
    por que o resto é por conta dele
    do amor.

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  7. nossa ótimo post...relacionamento na minha opnião é sempre complicado, igual vc falo depois de um tempo varias pessoas ficam juntos por comodidade, respeito a familia, até por não ter coragem de assumir um novo relacionamento, mas o amor é uma delicia quando se está apaixonado...mas um dia passa e fica aquela saudade gostosa,então o bom é viver amando...bj lari volto sempre,feliz 2011 pra ti

    ResponderExcluir
  8. Concordo com a Lygia...tudo acontece no tempo certo e acrescento que se enquanto não aconteceu é pq não era pra ser e enquanto ele não acontece que possamos nos preparar pra qd ele chegar estarmos bem p vivenciar tudooo aquilo!!
    No meu último namoro aprendi que relacionamento se vive sem amor, mas sem respeito e admiração não!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  9. Ameii o post.
    principalmente pela sultileza como vc finaliza ele:
    'Fim (Não necessariamente feliz ou eterno)'

    *_*
    Seguindoo.
    Lilly M.

    ResponderExcluir
  10. É sim... O amor sempre se renova...!

    ResponderExcluir
  11. tendo ou não um amor, acabamos vivendo em função do "E se ele aparecesse" ou "E se fosse diferente". Enquanto ele não aparece, não podemos deixar de viver... mas também não devemos deixar de sonhar (:

    beeijo mocinha:*

    ResponderExcluir
  12. Tudo completamente verdadeiro!
    Amei esse post! Estou seguindo o seu blog, deixo o convite para q vc visite o meu blog também!! adoraria!!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Não vá embora ainda. Divida algo comigo. E obrigada por chegar até aqui! :)