Viver sem culpa de existir

by - abril 21, 2011



Somos culpados por aquilo que deixamos de viver? É algo que sempre me questionei.
Quando a escolha é nossa e quando temos liberdade o suficiente pra decidir o que queremos, creio que sim, somos culpados, porque é de nossa vontade que algo deixe de acontecer. Mas quando somos apenas produto do capricho de outras pessoas, considero-nos vítimas de uma fatal realidade.
O simples fato de existir já nos faz culpado de muita coisa: do aumento da população, dos impostos, das dívidas dos nossos pais e também dos seus cabelos brancos. Mas apesar de já carregarmos tal fardo, também somos vítimas da própria vida. Regemos nossas escolhas em reflexos difusos que, tantas vezes, nos dão a imagem invertida do que realmente precisamos. Vivemos andando na contra-mão, acima do limite de velocidade permitido e vezenquando acabamos caindo nas próprias desilusões, aqueles buracos negros internos.
Como eu disse a uma amiga dias atrás: a ilusão não é o problema, problema é a desilusão. Quando nos iludimos, criamos uma atmosfera ao redor de nós que se preenche de sonhos, expectativas, vontade. A desilução é quando algo ou alguém espeta essa atmosfera com uma agulhinha, rompendo com o silêncio e com as meias verdades. A ilusão é um estágio de euforia, de semi-felicidade. É onde a gente pode decidir o que quer ser, mesmo que seja algo tão difícil que se torne pouco provável. Mas a gente não tem culpa de se iludir, ninguém tem. A gente precisa ter uma válvula de escape para os dias vazios, as noites trêmulas, a gente precisa viver de ilusão pra não se deixar sucumbir pela tristeza. Se o preço que se paga por imaginar um pouquinho de alegria nesses dias cada vez mais comuns é tornar-se refém de desilusões e contradições, dane-se. Toda dor precisa de remédio, toda doente espera por sua cura. Toda a nossa vida espera algo de nós, e se deixamos de viver (mesmo que seja uma ilusão), nos tornamos culpados pela possível remessa de infelicidade enviada ao nosso endereço.Viver ilusões não é tão ruim não, pelo menos a gente pode se alegrar com a ideia de conseguir controlar o próximo passo da gente (e até dos outros), imaginar diálogos, desenhar roteiros e de poder escolher o melhor caminho, voltar atrás sem dor quando tiver pego o bonde errado. A gente pode viver sem culpa de existir. E isso é muito bom!

You May Also Like

12 comentários

  1. Oii Ana, será que somos mesmo culpados por tudo? É, eu acho que sim...que triste fim é o nosso, rsrsrs.

    Sobre o curso, eu estou gostando, estou no 4º período, mas te digo se você não se dá bem com física e química, então não é uma boa pra você.
    Se eu soubesse que havia tantos cálculos, físicas e químicas não teria feito. Fora isso estou amandoo...e toda 'engenharia' tem muito cálculo, não tem como correr.
    Boa Sorte, o curso é uma ótima escolha.
    Beijooos Lindaa.

    ResponderExcluir
  2. Ain Lari. Mesmo não tendo uma opinião formada quanto a esse assunto, eu amo tanto o jeito que você escreve! (: Mesmo sabendo que é lindo sonhar e se iludir, não sei se vale a pena tudo isso pra depois vir a desilusão. Enfim, isso é um assunto muito triste (:

    Ah, tô estudando muito pô! Tô cheia de textos nos cadernos que eu escrevo nos intervalos do cursinho. Eu quero fazer medicina, então... o que eu estou fazendo na frente do computador? :O Terceiro ano é um saco, preciso muuuuuito da minha ficha 19! :~ e do meu nome no listão da UPE, mas se for na UFPE eu aceito tb! ueoiueoieuoieueoiuei. beeijos mocinha, muito bom ler os seus textos de novo (:

    ResponderExcluir
  3. Olá querida, adorei o tema abordado em seu texto, afinal adorei o seu texto mas discordo quando você diz que é bom viver em um mundo de sonhos e ilusões. Não digo que seja ruim sonhar, alias sonhar faz parte, ajuda-nos a planejar o futuro a tomar decisões e tals, já a ilusão é algo ruim, falo por experiencia própria. viver em mundo onde nada é concreto não é nada bom, vai chegar um ponto na sua vida que você vai para de se iludir e quando voltar a realidade vai sofrer, ilusão machuca por demais, destroi a pessoa por dentro. E a pergunta que você faz no começo do texto "Somos culpados por aquilo que deixamos de viver?' é uma pergunta muito interessante, algumas pessoas acham que não são culpadas, mas são sim. Não somente por aquilo que deixamos de viver, mas por aquilo que deixamos de fazer, por aquilo que já vivemos e pelo que fazemos, tudo isso é nossa consequencia, nós fazemos o nosso futuro com a ajuda de Deus, e cabe somente a nós escolhermos qual caminho devemos ir. Parabéns amiga amei o post e sua opinião expressa nela e espero que não esteja vivendo em um mundo de ilusão.
    Feliz Páscoa querida que o Nosso Senhor Jesus Cristo e o Nosso Pai encham nos lares de bençãos, fé, amor alegria, saúde, etc.

    ResponderExcluir
  4. Lindooo post!
    Concordo com seus sentimentos.Sonhar é, definitivamente,viver sem culpa de existir.
    É uma previsão de erros e acertos.

    :)* Feliz por ter vc lendo meus sentimentos!
    E ainda + por estar aqui,lendo os seus.

    ResponderExcluir
  5. ''A gente precisa ter uma válvula de escape para os dias vazios, as noites trêmulas, a gente precisa viver de ilusão pra não se deixar sucumbir pela tristeza.''

    Lindo demais! A gente precisa de ilusões. Precisamos sonhar e precisamos lutar para materializar esse sonho!
    Adorei seu post!! *-*

    beijos

    ResponderExcluir
  6. assumo "mea culpa" pelo que não vivi.
    entrei num limbo, e passei anos de minha vida assim, até que um dia fui provocada e mudei tudo, passei de samambaia a borboleta!

    ResponderExcluir
  7. Voce ja leu o livro: Ser, viver, existir no universo. De Wells, veronica, se nao leia e voce tera uma opinao formada sobre algunsquestionamento.

    ResponderExcluir
  8. Vira e mexe surge essa culpa... Os buracos negros internos...
    Lari Lari... Como você consegue definir tão bem as coisas que penso?

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigada pelas palavras escritas em meu blog, Ana!
    E acredito que este seu post me fez pensar ainda mais em como é importante não me culpar sempre.

    Beijos!
    :)

    ResponderExcluir
  10. Oi meu bem, tem selinhos pra vc lá no meu blog
    http://jaquellinee.blogspot.com/2011/04/selos.html

    ResponderExcluir
  11. Lindona que saudades de estar akii!!
    Tô me organizando e voltando aos pouquinhos!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  12. procuro não pensar nas culpas... nem tudo é para seu meu ou teria que dar certo. tenho minhas contribuições para algumas falhas, mas é assim que a gente aprende e pretende uma leveza que nos deixa mais feliz.


    gde bj meu.

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar sua marca no meu universo.