Desculpas não peço mais.

by - junho 24, 2011

     Melanina e tamanho sempre me faltaram aos montes, mas a mim nunca faltou um coração. Tampouco uma cabeça repleta de pensaments flamejantes, diluídos e divididos entre a memória e o esquecimento. Nunca me faltaram mãos geladas e trêmulas esperando pela próxima palavra a ser pronunciada, nunca me faltou dor para esperar o peso e a consequência de cada uma. Mas admito: sempre me faltou paciência, repouso, tranquilidade e firmeza. Nada que nunca tenha lhe faltado em dobro.
     Não quero te ouvir dizer que uso seus defeitos como desculpa, nem os meus, nem os de ninguém. Não existem desculpas porque não existem erros, ou talvez existam, mas pra mim eles estão tão claros como um vidro coberto pela neblina. Nunca levei jeito com pessoas, relações ou coisas que exijam de mim mais do que posso dar. Se você quer uma desculpa, uma justificativa ou um ponto final, aqui está ele: não sei fingir.

You May Also Like

2 comentários

  1. OoO
    Surpreendo-me a cada post!
    Essa inaptidão de lidar com as pessoas sempre deixa-me um sentimento de culpa,mas às vezes é só um motivo para usarem contra mim.
    Quase nunca me limitei com os extremos dos sentimentos mais estafantes,por isso não seria tão grave dizer a verdade sempre que preciso - ou dar um ponto final.

    Renata Cibelle

    *Bjs e Bom fds!*

    ResponderExcluir
  2. Adoro o que vc escreve sempre!!!! Sempre me passa muito sentimento!

    ResponderExcluir

Não vá embora ainda. Divida algo comigo. E obrigada por chegar até aqui! :)