Fim de ano e ponto final.

by - dezembro 27, 2011

De repente, não mais que de repente, o ano desceu pelo ralo. Passou voando. Chegou de mansinho, prometendo muito e no final das contas, cá estamos com as mesmas promessas, as mesmas listas, quase os mesmos sonhos. Como diria Drummond, 12 meses dá pra qualquer um se entregar, levantar a bandeira branca, pedir pra sair, e muita gente pede. Mas 12 meses também é tempo suficiente para perceber aonde estamos errando, porque estamos errando e o que falta para acertar. É mais do que clichê dizer, mas não somos nós que devemos esperar do ano novo, é o ano novo que deve esperar da gente. Esperar mudança, renovação, uma atitude. Somos nós e não os novos anos que devem trabalhar para melhorar as coisas interna e externamente. Não é a cor da nossa roupa na hora da virada que vai determinar nossas boas energias no ano que se apresenta, somos nós e o que exalamos diante dos outros.
Todo ano eu escrevo textos sobre o ano novo. É minha data favorita, é um rompimento mágico, um ponto final. E eu gosto disso. Se foi bom, o ponto final eternizou. Se foi ruim, o ponto final finalizou.
Que em 2012 a gente se permita. Já que o mundo vai acabar, que a gente viva. Que a gente se isole menos, se magoe menos, se distancie menos. Que os carinhos tão sonhados cheguem. Que os amores extraviados apareçam embalados pra presente. Que os sorrisos e olhares verdadeiros desembarquem. Que o amor invada, sem pedir licença e faça moradia em cada um de nós. Que a gente viva mesmo sabendo que o mundo pode acabar amanhã. Que a gente viva apesar dos pesares, que a gente construa nosso próprio final feliz digno de novela das 8h. Que a gente saiba pôr pontos finais e, ainda assim, recomeçar. Que a gente recomece, e que comece agora.

E acima de tudo, que tudo isso ultrapasse a barreira do desejar e do querer.
Que em 2012 nosso verbo seja realizar.
2012 realizações pra você!

Até daqui a pouco... até o ano novo!
 

You May Also Like

1 comentários

  1. Ai que coisa mais linda... até me emocionei, de verdade!
    Nunca me dou bem com finais de situação alguma, com certeza por isso não me dou bem com Natal e finalzinho de ano...
    Mas como é bom poder aprender com pessoas como você! Este texto já fez a diferença em mim, sem dúvidas!

    Obrigada pelas palavras aqui e pelas escritas em meu blog "Coadjuvante"...
    Nada como um lindo elogio para nos inspirar vida ainda mais!

    Grande beijo e ano para nós!
    :D

    ResponderExcluir

Não vá embora ainda. Divida algo comigo. E obrigada por chegar até aqui! :)