Domingo de manhã

by - junho 10, 2012

Para ouvir ao som de Lily Allen - Who'd Have Known

 Quando penso no amor, penso nos domingos pela manhã. Daqueles em que a gente acorda com a carinha amassada, com um cheiro de torrada no ar e se apronta pra não fazer nada o dia inteiro, dias que só conseguem ficar bons se você tiver alguém que te ajude nessa tarefa. Nesses dias eu imagino ouvir músicas de todos os estilos e fazer colagens com as fotos que sairam quentinhas da polaroid. Imagino a brisa fria entrando pela janela e a vontade maior de ficar perto, de unir corpos, sensações e almas. Imagino que a campainha não vai tocar, o telefone não vai tocar, o mundo vai parar por alguns segundos dentro dos m² daquele quarto. Imagino vestir uma blusa folgada de alguma banda qualquer e meu cabelo cair no rosto enquanto alguém tira delicadamente, me abraça e sorri. Imagino que ao abrir os olhos e perceber que o dia nasceu, dê pra perceber que o amor veio junto. Imagino que a vontade de estar perto seja quase paralizante. Imagino que não se precise dizer mais nada, nem imaginar. Mas, se me permite, por último, imagino a parte mais importante: você, dentro disso tudo.

You May Also Like

3 comentários

  1. Aiai...
    Infelizmente estou numa fase que nem posso imaginar!
    :/

    obs. sumi, mas to de volta!

    :D

    ResponderExcluir
  2. Menina... Momentos assim não a melhor coisa da vida...!
    Postagem linda, como nunca, como sempre...

    ResponderExcluir
  3. Lindinha, estou de volta com blog novo. O borboleta no casulo acabou, blog novo..ah tudo novo rsrs.

    http://avidamudaeutambem.blogspot.com.br
    Bjs e te espero lá

    ResponderExcluir

Não vá embora ainda. Divida algo comigo. E obrigada por chegar até aqui! :)