A consciência do erro

by - dezembro 16, 2012

O homem é também feito de seus arrependimentos. Das besteiras que faz e prefere nem lembrar mais tarde. É feito do impulso e das consequências. Da reflexão e da autocrítica. E há quem diga que o ser humano é racional o tempo inteiro. É de se questionar essa tese: que ser humano racional, não sabe medir os próprios atos? E como lidar com a angústia gradual que uma má escolha proporciona? Uma má escolha sempre repercute. Seja na visão que os outros tem de você, seja internamente, no que você considera correto para si mesmo. E quando esta última padece, é que começa o ciclo do arrependimento. Mas, como dito no início, ele faz parte de nós. Espero que uma parte pesada o suficiente para nos lembrar sempre, lá no fundinho da consciência, o que no calor da hora esquecemos: não tente ser aquilo que você não é, não faça por impulso o que não faria normalmente, não. Não! A consciência tranquila agradece, e mais ainda o coração.


A frase do dia aplicativo no celular foi:
"Acerte em tudo que puder acertar. Mas não se torture com seus erros". Paulo Freire

As vezes parece que adivinha.

Espero um dia conseguir.

You May Also Like

0 comentários

Não vá embora ainda. Divida algo comigo. E obrigada por chegar até aqui! :)