Conta-gotas

by - fevereiro 02, 2014


Foto: Pinterest

Doses homeopáticas nos fazem crer que as coisas passam devagar, a começar pelos anos. Num conta-gotas, as doses parecem muito pequenas, tudo parece mais brando e aprazível do que de fato é. A ampulheta é um disfarce bobo do tempo, que nos faz olhar abismados com o rápido passar das horas, mas que não evidencia realmente o fato cruel: perdemos tempo. Quando nos tornamos conscientes de que perdemos, muito já se foi. Tal como a pia que pinga uma gota de cada vez, deixamos escorrer nossas aspirações. Tantas e tantas vezes, não nos damos conta do óbvio: o mesmo relógio que computa o tempo do nosso dia, resume, aos poucos, o que fazemos da vida. O espaço de 24 horas nos guarda, mesmo que joguemos muitas dúzias de minutos ao vento.

Num conta gotas, a realidade é suportável, porque de tão mansa, nos faz sentir que podemos tocá-la. E, mais ainda, transformá-la. Ledo engano gerado pela falsa expectativa que criamos de ter o poder para manipular a vida. Não manipulamos. Mas, com um caractere inquestionavelmente humano, persistimos.

You May Also Like

0 comentários

Obrigada por chegar até aqui. Não vá embora sem dividir algo comigo.